WHINDERSSON NUNES EM BIRMINGHAM

Em breve, você poderá viajar de Londres para a Escócia em apenas 45 minutos

Richard Branson investe em novo serviço super rápido de transporte Hyperloop

Sir Richard Branson investiu em um novo sistema de transporte de alta velocidade que, segundo ele, pode levar passageiros de Londres à Escócia em 45 minutos.

O Virgin Group, do bilionário, formou uma parceria com a Hyperloop One, sediada em Los Angeles, que está desenvolvendo um método de impulsionar passageiros e cargas em cápsulas através de tubos de baixa pressão em alta velocidade.

A Virgin descreveu-o como “o serviço de trem mais revolucionário do mundo”.

A empresa será rebatizada como Virgin Hyperloop One e Sir Richard se juntará ao conselho de diretores.

O objetivo é atingir velocidades de até 670 mph e ter “sistemas operacionais” prontos até 2021.

Sir Richard disse: “Depois de visitar o local de testes do Hyperloop One em Nevada e conhecer sua equipe de liderança no verão passado, estou convencido de que essa tecnologia revolucionária mudará o transporte como conhecemos e reduzirá drasticamente o tempo de viagem.

“A Virgin é conhecida por investir e criar empresas inovadoras ao longo dos anos, e estou ansioso para fazer história em conjunto, à medida que trazemos o Hyperloop para o mundo como o Virgin Hyperloop One”.

Sir Richard, que atualmente está desenvolvendo viagens espaciais comerciais pela Virgin Galactic, prosseguiu: “A Virgin Hyperloop poderá transportar pessoas de Londres para a Escócia em 45 minutos.

“Eu tenho uma sensação engraçada de que vou ficar muito satisfeito com as pessoas dizendo que isso transformou suas vidas.”

Atualmente, os trens entre Londres e Edimburgo levam cerca de quatro horas e 20 minutos, com vôos que duram uma hora e 20 minutos.

O Hyperloop One está nos estágios iniciais de tornar a tecnologia comercialmente viável após a conclusão de um teste em escala real em Las Vegas.

A ideia foi lançada pela primeira vez pelo chefe da Tesla, Elon Musk, em agosto de 2013. Ele não está associado ao Hyperloop One, mas instou as partes interessadas a desenvolver a tecnologia.

FONTE: Evening Standart

Comentários